27 de jan de 2011

Digimon Battle


Mais uma vez o digimundo está em perigo. Como sempre, crianças humanas foram escolhidas por seus parceiros digimons para devolver a paz ao mundo. No entanto, diferente das situações anteriores, o mal é tão devastador que há a necessidade de convocar milhares de “Tamers” (domadores).
 
Jogos anteriores de Digimon
Na época do PlayStation, aproximadamente cinco jogos sobre Digimon foram lançados para o console. No primeiro, você ia ao digimundo e treinava exclusivamente um digimon, o qual podia morrer quando muito cansado, mas sempre renascia em forma de digiovo. As possibilidades de digievoluções eram muitas, sendo determinadas de acordo com o modo que seu digimon era tratado e alimentado.
O segundo jogo da série foi um pouco diferente. Em vez de correr pelo mundo e dar de cara com digimaus, você andava em labirintos numa espécie carro blindado. Você fazia parte de uma organização, escolhida no início do jogo, que concedia possibilidades diferentes para o desenrolar da história.
O carro era equipado com diferentes armas para destruir as armadilhas dos labirintos. Além disso, seu time de digimons era de três, os quais ganhavam experiência (e níveis) com as batalhas e podiam tanto evoluir quanto se fundir com outras espécies. No fim do jogo as combinações de times eram devastadoras.
A terceira versão foi uma espécie de mistura da primeira com a segunda. Nela, você corria pelo mundo, mas para batalhar o cenário mudava e os ataques eram divididos em turnos. Aqui também era possível ganhar experiência, fundir digimons e capturá-los.
Houve também outros dois jogos, sendo um de lutas baseadas em rounds e o outro em jogos de cartas. No primeiro, bastava ter habilidades motoras e saber as sequências certas para vencer as lutas. Já no segundo, era necessário montar estratégias complexas para derrotar os oponentes – as quais envolviam: fusão, aumento de nível das principais cartas e oposições de elementos da natureza (água vence fogo etc.).

Digimon versus Pokémon
Quem teve sua adolescência ou infância nos anos 1990 viu que Pokémon e Digimon passavam em horários parecidos. Nas escolas, quem não tinha televisão por assinatura acabava se envolvendo em discussões como “um é melhor do que o outro”. Afinal, não havia como assistir aos dois, logo, se você via um, o outro era pior.
Levando essa diferença em conta, compare a diferença de lançamento entre os jogos das duas séries (de maneira geral): um para consoles da Nintendo, o outro para os da Sony. Nesse sentido, há uma diferença crucial entre os jogos de ambos: só naqueles de Pokémon você podia jogar com seus amigos.
Contudo, mesmo na liderança pela preferência, Pokémon nunca teve um jogo exclusivamente online, ou seja, você praticava sozinho em casa e às vezes jogava com/contra alguém. Agora, adivinhe só: Digimon ganhou um jogo online, e o melhor, no formato MMORPG! É o Digimon Battle!

Formas Mega

Digimon Battle
Digimon Battle foi lançado em Open Beta no dia 17/03/2010, totalmente gratuito e cheio de possibilidades similares àquelas vistas em seus jogos para PlayStation! Apesar disso, diferente dos outros, ele é baseado numa das fases do anime, o Digimon Tamers.
Há uma razão simples para a escolha dessa fase específica: nela os protagonistas usavam cartas em seus digivices para melhorar os atributos de seus parceiros digimons – uma desculpa perfeita para possibilitar introduzir itens especiais no jogo. Porém, diferente de Digimon Tamers, cada jogador não possui apenas um digimon, mas sim quantos quiser.
Digimon Battle baseia o nivelamento de força entre os jogadores por meio do sistema de níveis, ou seja, você precisa ganhar experiência suficientes vencendo batalhas para aumentar seu nível. A partir do nível seis, seu digimon “InTraining” (em treinamento) passa a ser capaz de utilizar “Skills”  – golpes especiais, como uma bola de fogo.

Para aumentar seu time de digimons, primeiro você precisa realizar a primeira digievolução do seu parceiro (escolhido durante a criação do personagem). Ao atingir o nível onze, o digimon toma sua forma “Rookie” (criança) e você ganha permissão para capturar digimons selvagens (“Evil Digimon”).
Feita a primeira mudança, as seguintes acontecem a cada dez níveis: 21 – “Champion” (adulto), 31 – “Ultimate” (perfeito) e 41 – “Mega” (alguns não possuem essa forma). Mas não pense que a digievolução é algo totalmente rígido. Existem quatro “árvores de digievolução” (cada uma com digimons diferentes em suas respectivas fases avançadas): “General” (geral), “Armor” (armadura), “Card” (carta) e “Special” (especial).

Ataque em área

A árvore “General” são as fases naturais de um digimon, a “Armor” é obtida com o uso de digiovos (“Digi-Eggs”) com a ajuda do NPC Bokomon um “Digievolution Expert” – localizado no “Time Village” e “Babamon Village”. A digievolução por cartas acontece quando elas são usadas na árvore geral do digimon.
Cartas são obtidas juntamente com a captura de “Evil Digimons” (digimaus). Elas são divididas em cinco níveis de eficiência, quanto maior ele for, melhores as chances de conseguir a digievolução almejada. No entanto, para que isso seja possível, o nível e a reputação do seu personagem podem ser levados em consideração.
A última árvore só pode ser trilhada pelo digimon com o qual você começa a jogar. Ela é chamada também de árvore, mas na verdade sua função é adicionar uma evolução superior à “Mega” na árvore. Contudo, existem condições muito específicas, tornando essa fase suprema de digievolução quase um sonho entre os “tamers”.

Os Digimons
Fora a digievolução, também é necessário levar em conta outras características durante o treinamento de seu parceiro: os tipos de digimon, suas habilidades e atributos. Em vez de fraquezas envolvendo elementos, digimons sofrem mais ou menos dano dependendo de seu tipo “Data” (informação), “Virus” ou “Vaccine”(vacina). De maneira geral: informação vence vacina, vacina vence vírus e vírus vence informação.
Cada digimon pode usar duas habilidades (“Skills”) – além do ataque básico – as quais usam VP (pontos de magia). Elas mudam conforme acontecem as digievoluções e a segunda é sempre obtida cinco níveis depois da mudança de forma (a partir da primeira). Sempre ao ganhar níveis o digimon ganha um ponto para deixar suas habilidades mais fortes e outros dois para aumentar os atributos.

Final

Os atributos são quatro: STR (força), DEX (destreza), CON (constituição) e INT (inteligência). Força afeta o poder de ataque (“Attack Power” – ATT) e o HP (pontos de vida). Destreza muda o poder de ataque, velocidade de ataque e “BattleLevel” (nível de batalha). CON aumenta a defesa (DEF), o HP e o VP. Já INT aumenta defesa, “BattleLevel” e VP.

Os Tamers
Um “Tamer” nada mais é do que você, o jogador. Repare que assim como os digimons capturados, você também ganha nível. Cada faixa de níveis garante um título ao jogador, o qual pode (ou não) conceder permissões especiais quando atingido. Resumidamente, você ganha permissões nos níveis 21 (entrar na “Dungeon of Darkness” – caverna das trevas) e 41 (entrar no “Wind Valley” – vale do vento).

Os mundos
Existem dois mundos em Digimon Battle: o mundo real (“Real World”) e o mundo digital (“Digital World”). O primeiro é uma espécie de tutorial, pois não há desafios nele após conseguir a primeira digievolução. Ou seja, o mundo real serve para você aprender como jogar. O mundo digital é constituído por quatro regiões: “Square World”, “Gekomon Region”, “Saw Blade World” e “Wind Valley”.

Criação de conta e de personagem
Para acessar a página de criação de conta, clique aqui. Uma vez nela, preencha todos os campos e confirme o email de ativação. Baixado o jogo e instalado, espere a atualização terminar e faça o login para criar seu personagem. Clique em “Create” para escolher a aparência dele e o parceiro inicial. Lembre-se de que é possível criar até quatro personagens em cada servidor, assim como apagá-los quando quiser.
Comandos
  • Clique esquerdo: movimentação, seleção de opções, utilização de itens e coleta de itens;
  • Clique direito: desafia um digimon indomado para um batalha;
  • Tecla D: informações do digimon;
  • Tecla T: informações do “Tamer”;
  • Tecla I: itens;
  • Tecla O: opções;
  • F9: captura de imagem;
  • Tecla W: mapa do mundo;
  • Tecla Z: minimapa;
  • Tecla F: lista de ingredientes;
  • Tecla G: grupo;
  • Tecla H: mapa;
  • Tecla L: lista de digimons;
  • Ctrl: mostra itens largados por inimigos depois da derrota;
  • F1: ataque normal;
  • F2: habilidade 1;
  • F3: habilidade 2.
Tamanho: 830,40 MB
Sistema: Windows XP/Vista/7
Empresa: WeMade Entertainment


Postar um comentário

Jimmy

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Credits

Copyright 2012 Blogger Template. Template Para Blogspot By Oscar Tigre